Uncategorized

Nomes Bíblicos mais populares explicados

O nome de uma pessoa pode estar relacionado com o seu comportamento (1 Sam 25,25: “a esse bruto de Nabal, pois o seu nome quer dizer O Louco, e se deixou levar pela loucura). Na Bíblia existem vários personagens que inspiram o batismo de filhos ainda hoje. Entretanto, antes de escolher o nome da criança vale a pena conferir no próprio livro sagrado qual é o significado de nomes bíblicos, assim garantirá que além da homenagem também se saiba a origem do nome próprio e qual o seu peso para a história cristã.

O nome pode selar o destino de uma pessoa: assim Ex 2,10 explica o nome de Moisés (na verdade um nome egípcio, como em os nomes dos faraós: Faraó, Ra-mses, etc.) com o verbo mashah, “sair”: salvo das águas, e salvar será a missão de Moisés em frente a seu povo por parte de Deus.

Josué, em troca, é o chefe militar que, ao suceder a Moisés, guia as tribos de Israel para as primeiras conquistas após o fim da deportação no Egito. Seu nome significa “O Senhor Salva”.

Outros nomes são explicados com etimologias populares, por semelhança com o nome, com uma raiz hebraica (e.g., Gn 35, 18: “chamou-lhe Ben-Oní – ou seja, filho da minha dor -, mas seu pai lhe deu o nome de Benjamim,” filho da direita, o nome “bom presságio”, pois é o último dos 12 filhos de Jacó e é favorito).

Em seguida, deparamo-nos com nomes cujo significado é curioso: Nacor, irmão de Abraão, que significa “aquele que ronca” (talvez uma característica do personagem?)

Débora significa “abelha” (um desejo dos pais para que fosse trabalhadora como o inseto em questão).

Tamar significa “palma” (desejo de fecundidade)

Ester, de origem hebraico, se chamava Adasa (ou também Hadassah, nome hebraico que significa “murta”). Quando entra no harém do rei recebe o nome de Ester, que é derivado do nome bíblico, de origem assírio-babilônico, que significa “estrela”, “astro”.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *